21
Novembro
2017

I Intervisitas Internacional: As Escolas P√ļblicas Portuguesas

APRESENTAÇÃO intervisitas
‚Äč‚ÄčA escola p√ļblica portuguesa, enquanto organiza√ß√£o e institui√ß√£o, acompanhou, ao longo dos tempos, a evolu√ß√£o hist√≥rica-social do pa√≠s. Fruto das diversas pol√≠ticas educativas que enformaram os sucessivos governos, os constantes e ininterruptos normativos legais testemunham uma apet√™ncia governamental pela a√ß√£o reformista sobre a escola.
Em pleno s√©c. XXI, mant√©m-se a vontade legisladora de adaptar a escola √†s novas exig√™ncias, sociais, econ√≥micas, t√©cnicas e culturais. Nesse sentido, os estabelecimentos de ensino viram a estrutura org√Ęnica dos seus corpos diretivos ser alterada, obrigados a novas exig√™ncias que enformam compet√™ncias assentes na ideia de uma lideran√ßa forte e simultaneamente partilhada, que promova uma nova perspetiva de gest√£o.
O Minist√©rio da Educa√ß√£o do XVII Governo constitucional define a necessidade de ‚Äúpromover a abertura das escolas ao exterior e a sua integra√ß√£o nas comunidades locais assegurando os direitos de participa√ß√£o de todos os agentes do processo educativo‚ÄĚ com um enfoque nos munic√≠pios e nas novas compet√™ncias por estas adquiridas.
O ‚ÄúI Intervisitas Internacional: as Escolas P√ļblicas Portuguesas‚ÄĚ ser√° um espa√ßo prop√≠cio ao conhecimento das din√Ęmicas efetivadas em contexto organizacional na rela√ß√£o que agora, obrigatoriamente, t√™m que estabelecer com os munic√≠pios revelando aos participantes novas formas de fazer e pensar a escola.¬†
Visa, ainda,¬† abrir espa√ßo ao conhecimento cient√≠fico, ao debate sobre a organiza√ß√£o escolar p√ļblica, realizados √† luz de m√ļltiplas abordagens, que permita, a um tempo, analisar e mapear as linhas de for√ßa da sua evolu√ß√£o.

 
 
 
OBJETIVOS 
 
– Conhecer as diferentes tipologias de escolas existentes em Portugal;
РConhecer diferentes modos de organização e funcionamento da organização escolar;
– Identificar as din√Ęmicas organizacionais relativas √†s lideran√ßas de topo e interm√©dias existentes nas diferentes escolas a visitar;
РCompreender a relação que se estabelece entre as escolas e as autarquias, tendo por base o novo enquadramento de delegação de competências. 
P√ļblico alvo:¬†Professores /Gestores de estabelecimentos de ensino/inspetores/Autarcas.
ORGANIZAÇÃO
Maria Jo√£o Cardoso de Carvalho
Jorge Martins
José Hipólito Lopes
Sofia Viseu
 
 
 
ENTIDADES ENVOLVIDAS
 
Universidade de Tr√°s-os-Montes e Alto Douro
Fórum Português de Administração Educacional
Autarquia de Vila Real
Autarquia de Vila Pouca de aguiar
Autarquia de Mes√£o Frio
 
 
PRGRAMA/HOR√ĀRIO
21 de novembro
20 h. Acolhimento dos participantes/Jantar
22 de novembro
9h-11h ‚Äď Visita ao Agrupamento de Escolas Diogo C√£o
11h- 13h‚Äď Visita ao Agrupamento de Escolas Morgado de Mateus
13h ‚Äď 14.30h – Almo√ßo
14h.30 -17h.30 ‚Äď Visita aos Pa√ßos do Concelho/A autarquia como parceira da Escola
23 de novembro
9h-12h.30 ‚Äď Visita ao Agrupamento de Escolas de Vila Pouca de Aguiar
12h.30 ‚Äď 14h. 30 – Almo√ßo
14h.30 -17h.30 ‚Äď Visita aos Pa√ßos do Concelho/A autarquia como parceira da Escola
24 de novembro
9h-12h.30 ‚Äď Visita ao Agrupamento de Escolas Professor Ant√≥nio da Natividade
12h.30 ‚Äď 14h-30 – Almo√ßo
14h.30 -17h.30 ‚Äď Visita aos Pa√ßos do Concelho/A autarquia como parceira da Escola
25¬†de novembro –¬†IV Encontro de Outono do F√≥rum Portugu√™s de Administra√ß√£o Educacional
09h.15 ‚ÄďAbertura
Maria Jo√£o de Carvalho¬†‚Äď Universidade de Tr√°s-os-Montes e Alto Douro
Jos√© Lu√≠s Mour√£o¬†‚Äď Vice-Reitor da Universidade de Tr√°s-os-Montes e Alto Douro
09h.30 ‚Äď Confer√™ncia de Abertura
A democracia e a participa√ß√£o na escola: implica√ß√Ķes organizacionais e educativas
Conferencista
Lic√≠nio Lima¬†‚Äď Universidade do Minho
Moderadora:
Maria João de Carvalho РUniversidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
10h.45- Pausa para café
11h.00 – Mesa Redonda ‚Äď A constru√ß√£o da democracia nas escolas- olhares cruzados
Oradores:
Virg√≠nio S√°¬†‚Äď Universidade do Minho
Sofia Viseu¬†‚Äď Universidade de Lisboa
Jorge Martins¬†‚Äď Universidade Lus√≥fona do Porto
Moderador:
Jos√© Hip√≥lito¬†‚Äď Instituto Superior de Educa√ß√£o de Lisboa
12h.30 ‚Äď Almo√ßo Livre
14h.30 ‚Äď Mesa Redonda – Os desafios da democracia na escola
Oradores:
Jos√© Eduardo Lemos¬†‚Äď Presidente do Conselho das Escolas
Manuel Pereira¬†‚Äď Associa√ß√£o Nacional de Dirigentes Escolares
Associa√ß√£o Nacional de Diretores de Agrupamentos de Escolas P√ļblicas
Moderador:
Henrique Ferreira¬†‚Äď Instituto Polit√©cnico de Bragan√ßa
16 h- Conferencia de Encerramento
‚ÄúCitius, Altius, Fortius. L√≥gicas de democratiza√ß√£o e performatividade na escola p√ļblica‚ÄĚ
Leonor Torres‚Äď Universidade do Minho
Moderadora:
Maria João de Carvalho РUniversidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
LOCAL
 
Muito embora a universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro promova a ação, em parceria com o Fórum Português de Administração Educacional, a maior parte da ação terá lugar fora do espaço físico da UTAD, na medida em que visa visitar algumas escolas do distrito de Vila Real, nomeadamente, o Agrupamento de Escolas Diogo Cão; o Agrupamento de Escolas Morgado de Mateus; o Agrupamento de Escola Professor António da Natividade, o Agrupamento de Escolas de Vila Pouca de Aguiar.
O segundo momento coincidirá com a realização do IV Encontro de Outono do Fórum Português de Administração Educacional, que terá lugar no espaço físico da UTAD.
A data do evento ser√° 21, 22, 23, 24 e 25 de novembro.
 
NUMERUS CLAUSUS
Vagas Previstas –¬†50
Minimo-25
M√°ximo-50
 
EMOLUMENTO
Opção 1
  • Inscri√ß√£o com hotel, refei√ß√Ķes (pequeno almo√ßo, almo√ßo e jantar), viagens do hotel para as escolas a visitar e UTAD – quarto single (1 pessoa)¬†– 670‚ā¨
Opção 2
  • Inscri√ß√£o com hotel, refei√ß√Ķes (pequeno almo√ßo, almo√ßo e jantar), viagens do hotel para as escolas a visitar e UTAD – quarto¬†duplo (2 pessoas)¬†–¬†1050‚ā¨